quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Que competência: Qualificação e Futuro

Uma das principais questões em que tenho reflectido nos últimos tempos está relacionada com a potencialidade de orientação dos adultos no e após o processo de RVC para um efectivo desenvolvimento de novas competências, nomeadamente, ao nível da literacia da (sociedade da) informação. Partilho uma reflexão que li recentemente:

«Devido ao facto de vivermos numa sociedade da informação, que se começou a falar de um novo tipo de analfabetismo afectando a população que, apesar do aumento das taxas e dos anos de escolarização, evidencia incapacidades de domínio da leitura, da escrita e do cálculo, vendo por isso, diminuída a sua capacidade de participação na vida social. Este novo “analfabetismo”, dito funcional, teria a ver com aprendizagens insuficientes, mal sedimentadas e pouco utilizadas na vida.

Entende-se por literacia como a capacidade de cada indivíduo compreender e usar a informação escrita contida em vários materiais impressos, de modo a atingir os seus objectivos, a desenvolver os seus próprios conhecimentos e potencialidades e a participar activamente na sociedade. A definição de literacia vai para além da mera compreensão e descodificação de textos, para incluir um conjunto de capacidades de processamento de informação que os adultos usam na resolução de tarefas associadas com o trabalho, a vida pessoal e os contextos sociais.

Falar de literacia implica:

  • O perfil de literacia de uma população não é algo que possa ser considerado constante, ou seja, que possa ser extrapolado a partir de uma medida temporalmente localizada;
  • O perfil de literacia de uma população não é algo que possa ser deduzido a partir, simplesmente, dos níveis de escolaridade formal atingidos;
  • A literacia não pode ser encarada como algo que se obtém num determinado momento e que é válido para todo o sempre;
  • A literacia não é algo estático, isto é, as competências das pessoas sofrem evolução (positiva ou negativa) das capacidades individuais;
  • Os níveis de literacia têm de ser vistos no quadro dos níveis de exigência das sociedades num determinado momento e, nessa medida, avaliadas as capacidades de uso para o desempenho de funções sociais diversificadas;
  • A literacia consiste num conjunto de competências que se vão aperfeiçoando ao longo do tempo e através da experiência adquirida em pesquisa, selecção e avaliação da informação.»
Fonte: Literacia Informação

2 comentários:

Tiago Ângelo disse...

Sobre literacia, recordo-me de ter participado numa "troca de ideias" da Microsoft em Coimbra sobre a "Literacia Digital".
Para os interessados, visitem: www.literaciadigital.pt
Os conteúdos são bastante interessantes para quem está e quer aprender e/ou aprofundar os seus conhecimentos em informática.

Tiago Angelo disse...

Sobre literacia, recordo-me de ter participado numa "troca de ideias" da Microsoft em Coimbra sobre a "Literacia Digital".
Para os interessados, visitem: www.literaciadigital.pt
Os conteúdos são bastante interessantes para quem está e quer aprender e/ou aprofundar os seus conhecimentos em informática.