domingo, 29 de junho de 2008

As 200.000 visitas...

O Blog RVCC/NO ultrapassou as 200.000 visitas. Não sou pessoa de metas, nem número, nem coisas que tais e quem me conhece sabe que tenho aversão a papeis e burocracias, assim como, registos e demais coisas mensuráveis. Mas este número, do ter ultrapassado as 200.000 visitas representa uma partilha de reflexões, preocupações, procura de informação e, acima de tudo, pessoas que visitam este espaço regularmente. A todos os meu profundo obrigado.

Espero que, nas próximas 200.000 a partilha possa ser um dos pontos fortes deste espaço. O meu desejo começa com o lançamento do 1.º Concurso do Blog RVCC/NO que decorre até 31 de Julho e que, relembramos, se encontra aberto a todos para a participação. Basta ir até aqui conhecer as regras.


3 comentários:

Mafalda Branco disse...

Parabéns pelas 200.000 visitas! É sinal de que este é, cada vez mais, um espaço incontornável no mundo das Novas Oportunidades, quer para as equipas, quer para os próprios adultos. A qualidade e a credibilidade dos temas, aliadas à incansável disponibilidade do João para todas as pessoas têm sido, sem dúvida, os pontos fortes do Blog. Bem haja por isso!

Mafalda Branco

João Pinto disse...

Não posso deixar dar os PARABÉNS ao autor deste blog pelo excelente trabalho que aqui faz.

Sei que é um ponto de encontro para todos os que se relacionam com os RVCC e os CNO, e um “amigo” para tantas horas de dúvidas, incertezas, desabafos, etc...
Mas também é apoio e incentivo para ir mais além procurando novos caminhos e conquistas.

Todos os dias passo por aqui, e todos os dias aprendo alguma coisa, já faz parte das minhas tarefas diárias.

Sou “muitas” das 200000 vistas e pretendo continuar a participar, de uma forma mais interactiva, neste espaço…

Obrigado! e Parabéns!

João Pinto
www.joaopinto.site.vu
www.ticrvcc.site.vu

Vb disse...

Dr. João Lima!

200.000 Visitas! É obra…
Parabéns. Muitos parabéns.

Acho porém que o número de comentários é muito pouco consentâneo com o número de visitas. A maior parte do pessoal passa em silêncio pelo que me apercebo.

Um grande abraço

Vitor

(um dos que muitas vezes também passa em silêncio, pois a censura ainda espreita sibilina)